CLIQUE ABAIXO PARA VISITAR TIMES POR ESTADO OU CLIQUE ACIMA NO TIME DO SEU INTERESSE

A melhor Seleção Brasileira da história


Antes de mais nada, a seleção de 1970 deve ser lembrada como uma das maiores. Vi a de 1970 e a de 1982. A grande diferença, na minha opinião, é que a de 1970 tinha o Rei e mais dez e a de 1982 não tinha um rei, mas tinha onze craques do futebol reunidos em um time só. 


Palavras do capitão, falecido, Dr. Sócrates

Sócrates considera a Seleção Brasileira de 1982 o melhor time em que jogou durante toda sua carreira. Entretanto, para o descontentamento do ex-jogador, a derrota diante da Itália acabou contribuindo para que, no futebol atual, prevaleça a força em detrimento da técnica e da habilidade dos atletas.

"Existe uma tendência de se valorizar o sucesso, o resultado como fator principal, e não a arte e a beleza. Então, sempre que existe um estilo de jogo dá certo em uma Copa, a tendência é que ele interfira no futebol", diz Sócrates, crítico do jogo mostrado pela Seleção Brasileira atual, comandada pelo técnico Dunga.

Seleção brasileira - Copa do mundo de 1982


Em pé: Waldir Peres, Leandro, Oscar, Paulo Roberto Falcão, Luizinho e Júnior
Agachados: Sócrates, Toninho Cerezo, Serginho Chulapa, Zico e Éder Aleixo.

"Essa tendência pragmática e conservadora é particular do Brasil atualmente, que abre 
mão da nossa cultura e pratica um futebol muito parecido com o da Europa", critica o irmão do também ex-jogador Raí (integrante do time do Brasil que, apesar de ter sido campeão mundial em 1994, é considerado dono de um futebol pouco brilhante).

Na "Tragédia do Sarriá", Sócrates afirma não se sentir frustrado, destacando que a derrota para a Itália em 1982 não foi a maior decepção de sua carreira.

"Toda derrota é decepcionante, mas você aprende muita coisa com ela, faz você crescer. A vitória é enganosa, todo mundo que vence parece que fica achando que é um semideus. Lógico que gosto de ganhar, mas vejo a derrota pelo lado positivo, o lado do humanismo. Não podemos querer ganhar sempre", diz Sócrates.

Pesquisa/Montagem e Edição: JF Hyppólito