CLIQUE ABAIXO PARA VISITAR TIMES POR ESTADO OU CLIQUE ACIMA NO TIME DO SEU INTERESSE

Joinville E.C - O Coelho Tricolor de Santa Catarina

O Joinville Esporte Clube foi fundado no dia 29 de Janeiro de 1976 da fusão dos departamentos de futebol do América Futebol Clube e do Caxias Futebol Clube. Foi com essa parceria, entre dois tradicionais adversários do futebol local que começou a história do JEC.

Fusão

Quando no ano de 1971, após vitória de goleada do América Futebol Clube sobre o Avaí, pelo placar de 4 a 1, em partida que deu o título antecipado ao galo da zona norte, o então presidente do clube, Kurt Meinert, profetizou: “Ou Caxias e América se unem, ou o futebol da cidade de Joinville chegará ao caos”. Realmente o americano sabia do que estava falando. E morreu dois anos depois sem ver o sonho realizado. Porém, do outro lado da cidade, na zona sul, o time alvinegro Caxias Futebol Clube também tinha empreendedores do futebol, um deles, Pedro Belarmino da Silva, outro homem com peso fundamental no nascimento do Joinville Esporte Clube. 


Nos anos seguintes, a frase profética de Kurt Meinert se concretizou. Caxias e América se afundavam em dívidas e fracassos dentro de campo. Houve, então, uma conspiração social para que o ano de 1976 fosse um recomeço. Em meados de 1975, o presidente do Caxias Pedro Belarmino da Silva ligou para companhia Hansen, para marcar uma reunião com João Hansen Neto. Explicou a situação crítica que o clube vivia – que não era segredo para João Hansen também – e cogitou a possibilidade de uma ajuda maior para sanar as dívidas que se acumulavam. 

João, por sua vez, reacendeu a ideia de unir as duas equipes da cidade, contribuindo assim como uma boa quantia para a sustentação do novo time. Pedro saiu do escritório e imediatamente comunicou Cláudio Lopes, atual presidente do América. Dias depois, os dois se encontraram em frente da alameda mais charmosa da cidade dos príncipes: a Rua das Palmeiras. Foi exatamente nesse local, na região central da Manchester Catarinense, que de fato esses dois nomes, presidentes de Caxias e América, decidiram definitivamente unir forças em pró de uma bem maior pela cidade.



Primeiro Jogo

o JEC entrou em campo pela primeira vez, recebendo em partida amigável o Vasco da Gama, no estádio Ernesto Schlemm Sobrinho. O Tricolor abriu o placar com Tonho e Roberto Dinamite empatou para o clube Carioca. Ao final da partida, a torcida já demonstrava afeto pelo novo clube e festejava pelas ruas com orgulho o empate em 1 a 1. Mais de 15 mil torcedores compareceram ao estádio.


Nasceu Campeão - Primeiro Título 1976
Menos de um mês depois, o Joinville estreava no Campeonato Catarinense diante do Marcílio Dias. Em 36 jogos, obteve uma espetacular campanha, com 21 vitórias, 10 empates e apenas 5 derrotas. O JEC nascia campeão. O último jogo do Estadual foi contra o Juventus de Rio do Sul, no velho estádio Edgar Schneider (Olímpico), atual Sadalla Amin Ghanem. Vitória por 1 a 0, com de gol de Tonho. Ao término da partida, o capitão Fontan ergueu a Taça Henrique Labes.


Campeão brasileiro da série B em 2014


A campanha do Joinville Esporte Clube no ano de 2014 foi para entrar para a história das maiores conquistas do clube. O Joinville iniciou a terceira participação consecutiva na série B(2012, 2013 e 2014), com um só objetivo: Conquistar o acesso para a elite do futebol brasileiro. A diretoria montou um elenco responsável e competente dentro das quatro linhas. No banco de reservas apostou todas as fichas em Hemerson Maria, técnico responsável pelo acesso. Ficando fora do chamado G4, grupo de equipes que garantem vaga na série A, o JEC demonstrou que aprendeu a disputar a competição, e profissionalizando todos os setores do clube, passou a ser um dos candidatos ao acesso antes mesmo da competição iniciar. E assim foi, com todas as condições de trabalho dada pela diretoria, através do presidente Nereu Martinelli o Joinville conquistou o tão sonhado acesso do outro lado do País. Foi quando venceu o Sampaio Correia, em São Luiz, Maranhão, por 2 a 1, com gols de Everton e Fernando Viana. Após a conquista do acesso a nova meta era o título, e ela começou a se desenhar na vitória do Joinville diante do principal adversa´rio na competição, a Ponte Preta, vitória em Joinville por 3 a 1 e a liderança isolada na reta final. Nas últimas partidas o Tricolor contou com tropeços de seu adversário e mesmo perdendo na último rodada para o Oeste por 1 a 0, comemorou o título em Itápolis/SP. 
Fonte: http://www.futebolnacional.com.br/     www.jec.com.br  Montagem e Edição: JF Hyppólito
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...